Convênio

Obstetra Centro Curitiba

Ginecologia e Obstetrícia
CRM-PR 31988 - CRM-SP 93960

ENDEREÇO

Rua: Emiliano Perneta, 680 - sala 601 - 6º andar

CEP 804210-080 - Centro - Curitiba - PR

DRA. TÂNIA ANDRADE DECOUSSAU MACHADO

DICAS DE NUTRIÇÃO NA GESTAÇÃO

No primeiro trimestre,tanto a manutenção do peso pré gestacionalcomo a perda ou o ganho ponderal de até 3 Kg são situações consideradas normais. 

 

O ganho de peso ideal deve situar entre 8 a 12 kg e para alcançar esse objetivo sugerimos:

 

 

Alimente-se a cada 3 horas em pequenas quantidades. Esse intervalo garante o aporte de nutrientes para o feto e diminui a sensação de náusea gerada pelo jejum.

 

Tenha uma dieta rica em proteínas (carnes magras, frango, peixe, ovos, leite e derivados), vitaminas e sais minerais (verduras, frutas e sucos naturais, grãos integrais/fibras).

 

Não ha restrições quanto ao uso de leite desnatado e queijos brancos.

 

Não esquecer de beber muita água.

 

Modere a ingestão de pães (prefira os integrais), doces, refrigerantes, massas em geral, frituras e sal para evitar um ganho excessivo de peso.

 

O álcool é PROIBIDO pelo risco da Síndrome Alcóolica fetal

 

O tabagismo também deve ser abolido pois agride a placenta e está associado a bebes prematuros e com baixo peso.

 

Modere o consumo de cafés (máximo de 2 xícaras pequenas ao dia), chá preto, mate e refrigerantes a base de cola, alimentos que podem provocar insônia, irritabilidade, dor gástrica, além de reduzir 

 

a absorção de ferro dos alimentos. 

 

Os Adoçantes são aprovados como seguros para o consumo durante a gravidez: Sucralose, Aspartame e a Fenilanina (Fynn / Zero Cal).

 

Os refrigerantes diet são permitidos com moderação (maximo uma ou duas vezes na semana) pois a maioria deles contêm o adoçante ciclamato de sódio, que é reprovado pela comunidade científica internacional por estar associado ao desenvolvimento de câncer no trato urinário. Essa substância já foi proibida em diversos países, como Estados Unidos, Inglaterra e Venezuela.No Brasil, o uso do ciclamato de sódio é controlado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) e está restrito a concentrações limitadas.